Hipnose em gestantes

Tempo de leitura: 4 minutos

Texto por Gastão Ribeiro

A Hipnose é uma das técnicas mais úteis no trabalho com gestantes. A Hipnose é uma ferramenta que ajuda trabalhar as gestantes sobre vários aspectos: proteção; regulação de afeto; estabelecer vínculos afetivos com o neném. 

O Trabalho Simbólico

O trabalho Simbólico é uma das grandes ferramentas da hipnose no trabalho com gestantes. A utilização de símbolos se baseia em Sugestões que é a comunicação ou a criação de uma idéia que proporciona uma reação, fugindo ao controle da consciência. A sugestão é algo que provoca um efeito e associações com outras idéias.

Os Símbolos constituem uma das mais poderosas técnicas disponíveis de mudança, pois estabelecem uma ligação direta com as emoções e os padrões mais profundos de comportamento. 

Podemos usar o trabalho simbólico para trabalhar metáforas de proteção, sentimentos de instabilidade presentes na gravidez, trabalhar metaforicamente depressões, traumas e processos de comunicação com o neném. 

Construindo ajustes de habilidade

Na prática clínica, a Hipnose pode ser usada para ensinar novas habilidades, amplificar os recursos existentes ainda latentes, associar as pessoas a novas idéias e perspectivas e para outras aplicações semelhantes no “mundo real”. Construir e ajustar habilidades são amplificações de pensamentos reais, sentimentos, percepções e comportamentos que afetam diretamente o funcionamento do cliente. 

A Hipnose pode ser usada para facilitar experiências imaginativas, mas a essência da aplicação clínica da Hipnose está em ajudar as pessoas a desenvolver habilidades no “mundo real” mesmo que isto seja feito de forma simbólica. 

A Hipnose é um processo interpessoal e ocorre em um contexto social. Fatores intrapessoais são obviamente importantes assim como os interpessoais. Esses envolvem um ajuste e um reajuste às necessidades, habilidades e respostas do cliente à medida que a terapia se processa. A Hipnose é descrita como uma função da responsividade do indivíduo. 

A Relação afetiva do Bebe e da mãe

Um bebê já se comunica com a mãe antes de nascer. Pesquisas recentes revelam que a comunicação entre a mãe e o bebê no útero, pode ser estabelecida e direcionada desde o início da gestação. Isto confirma o que pesquisadores russos já haviam constatado por meio da resposta reflexo-condicionada em bebês no útero materno.

A pesquisadora francesa Marie Claire Busnel, do Departamento de Neurogenética e Comportamento da Universidade de Paris, após 15 anos de pesquisa, chegou à conclusão que os bebês já podem identificar a voz da mãe à partir do quinto mês de gestação. Ela constatou ainda que: o conversar com o bebê durante a gestação produz um estado de calma e segurança. Esta conversa tem um nome: tartamunhar.

Pesquisas recentes demonstraram que os bebês recém nascidos, respondem à música “ouvida” durante a gestação. E estas evidências demonstram que é possível usar a hipnose com gestantes. 

Hipnose e Gestante

Podemos usar a Hipnose para ensinar a mãe a aprender a se relacionar com o seu bebê durante a gestação, porque existe uma estreita relação entre a mãe e o bebê, evidenciando também que a nossa mente é pré-existente e transcende o tempo e o espaço.

Já houve relatos de mulheres que afirmam ter sonhado com seus filhos, antes deles serem gerados, descrevendo detalhes físicos que foram confirmados após o nascimento das crianças. Podemos usar a hipnose como um exercício de relaxamento onde a mãe pode ver e se comunicar com o neném.

Algumas crianças que foram “trabalhadas” por mim durante a gestação, nasceu crianças calmas apesar da situação de gestação ser muito ruim. Existem relatos de crianças que aprederam a ler mais cedo entre outras.

Os ajustes de habilidade e a Gestação

Um dos trabalhos que mais faço com pacientes grávidas e o controle de habilidades. É pensar a hipnose como uma ferramenta de reeducação emocional. Procuro através de informações ou do Diagnóstico Energético saber quais são os sentimentos e que atrapalham a mãe e vou trabalhando um a um. Existem várias induções que podem ser usadas.

Na verdade temos milhões de funções e aproximações que podemos fazer com hipnose em gestantes, do controle de hipertensão, preparação par o parto, controle de habilidades, entre outras.

Fonte – Hipnose Estratégica – Apostila de curso – Gastão Ribeiro
O uso de Hipnose com Traumas – Apostila de curso – Gastão Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *